BEM (vem) VINDO





ENTRE SEM BATER, TIRE OS SAPATOS E TRAGA ALGUMAS MOEDAS



quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

PEDAÇOS DELA

pensou nas velas gastas, o óleo perfumado manchando o lençol e transformando o quarto em devaneio denso, tenso.. lembrou da roupa dos cantos, do salto quebrado e a prestação não paga - por um salto já quebrado - e desejou os pedaços daquele espelho que mostrava tão como era. tão sem cor e graça, sem jeito e vaga. vagamente interessada na coisa do desejo. na conquista das curvas. seria algo para se ver, chuva prateada de centenas de espelhinhos refletidos.


2 comentários:

  1. Viajando em devaneios nos reflexos desse espelho!

    ResponderExcluir
  2. adorei a imagem. mt lindo seu blog.
    beijos flor.

    ResponderExcluir

obrigada por me ler. SEJA SEMPRE.